Tire todas suas dúvidas sobre Aparelho Ortodôntico em 15 questões!

aparelho dentario

Tire todas suas dúvidas sobre Aparelho Ortodôntico em 15 questões!

O aparelho ortodôntico fixo é o aparelho mais comumente utilizado para correções dentárias. Somente casos mais simples podem ser resolvidos com aparelhos móveis. Isso porque estes aparelhos em sua grande maioria apenas promovem inclinação dentária e não o movimento do dente como um todo.

aparelho ortodontico

1 – O que é ortodontia?

É a área da odontologia que cuida da prevenção, diagnóstico e tratamento das deformidades dentais que muitas vezes interferem na face.

O bom tratamento ortodôntico proporciona um sorriso bonito (harmonia facial), uma mastigação harmoniosa (adequada função mastigatória) e mais facilidade durante a higienização.

2 – Quem é o ortodontista?

É o cirurgião dentista que fez o curso de especialização em ortodontia. O curso de especialização tem uma duração aproximada de três anos (além dos quase cinco anos necessários para a conclusão da faculdade de Odontologia).

Um determinado problema ortodôntico pode ter diversos modos de ser corrigido, mas sempre há uma técnica mais adequada para se conseguir um bom resultado em menos tempo.

3 – Qual a melhor idade para fazer a primeira consulta?

Quando iniciarem as primeiras trocas de dentes decíduos (de leite) pelos dentes permanentes (por volta de 6 a 7 anos de idade), será a melhor hora para fazer uma consulta ao ortodontista. Nesta idade alguns problemas ortodônticos, se estiverem presentes, deverão ser tratados, como por exemplo: a mordida cruzada.

Certos problemas ortodônticos serão melhor resolvidos mais tarde , como exemplo a presença de pequeno apinhamento dentário (dentes um pouco tortos).

Com a primeira consulta e o auxílio quase sempre necessário de radiografias, moldes da boca e fotos (documentação ortodôntica), o ortodontista diagnosticará os problemas existentes (se houverem) e indicará a melhor época para o início do tratamento ortodôntico.

4 – Adulto pode usar aparelho ortodôntico?

Nunca é tarde para usar aparelho ortodôntico. Dependendo do problema, a correção poderá ser rápida (menos de 2 anos). No entanto, para algumas desarmonias dento-faciais há alguns limites pelo fato de não haver mais crescimento.

Faça-nos uma consulta para diagnosticarmos o seu problema e indicar a melhor forma de tratamento.

Usamos técnicas e aparelhos de última geração com resultados comprovados pelos melhores ortodontistas do mundo.

5 – É necessária a extração de dentes?

Uma minoria de clientes precisa de extração de dentes. A extração é indicada principalmente para os casos nos quais existe uma grande diferença entre o tamanho dos dentes e o tamanho do osso onde estes estão implantados.

O perfil facial do cliente também influenciará muito na tomada desta decisão.

6 – Quanto tempo dura um tratamento ortodôntico?

Com as técnicas ortodônticas atuais, o tratamento ortodôntico corretivo dura em torno de 2 anos. No entanto, o tempo sofrerá influência da gravidade do problema, do crescimento facial que o cliente teve ou virá a ter e principalmente da cooperação (frequência ao consultório e cuidados com o uso do aparelho).

aparelho dentario

7 – Os dentes ficam bem posicionados para sempre após o tratamento ortodôntico?

Todo problema ortodôntico poderá recidivar (volta de pequena parte do problema preexistente), assim como um cliente adulto que nunca usou aparelho ortodôntico, com dentes bem posicionados, está sujeito a ter alguma alteração na posição destes dentes com o passar da idade. Alguns autores chegam a mencionar que em praticamente todas pessoas haverá, com o passar dos anos, um leve apinhamento (entortar) dos dentes – e comentam que isso pode ser denominado como “as rugas da boca”.

É recomendável, após o tratamento, o uso dos dispositivos de contenção.

O diagnóstico correto, um bom tratamento ortodôntico e o uso das contenções diminui significativamente a incidência de recidiva.

8 – Qualquer pessoa pode fazer esse tipo de tratamento?

É necessário apenas que a pessoa tenha boa saúde bucal, sem cáries ou problemas periodontais (sangramento gengival, por exemplo). Se uma pessoa precisa de tratamento ortodôntico, ela deve antes fazer uma consulta com um dentista clínico para avaliar a saúde geral de sua boca.

9 – Que exames eu preciso fazer para iniciar o tratamento ortodôntico?

Isso depende do ortodontista, mas geralmente são solicitadas radiografias e fotografias da face e da dentição, além dos modelos em gesso das arcadas. Você faz toda esta documentação ortodôntica em um único lugar que é indicado pelo seu ortodontista.

10 – Como os bráquetes são colados nos dentes?

Eles são colados com um material muito parecido com aquele usado para fazer restaurações da cor dos dentes: Resina Composta.

11 – Eu posso ter cáries ou manchas nos dentes?

Se houver cuidado com a higiene não haverá problemas, basta seguir as orientações do seu ortodontista e usar corretamente a escova e o fio dental. A limpeza é dificultada durante o tratamento, mas só depende de você ter os dentes sempre limpos.

12 – O aparelho machuca muito?

No início, enquanto as bochechas e lábios ainda não se acostumaram com ele, pode ser necessário usar cera de proteção para evitar aftas. Ela impede que os bráquetes fiquem em atrito com a mucosa bucal. Depois do primeiro mês, geralmente a mucosa se adapta e o incômodo termina.

13 – Em média, quanto tempo dura o tratamento?

Normalmente dura em torno de dois anos, podendo variar de acordo com o caso. O prazo do tratamento só pode ser definido com precisão após a avaliação do ortodontista.

14 – É verdade que se eu tiver consultas a cada quinze dias o tratamento avança mais rápido do que se as consultas forem mensais?

Ao movimentar os dentes, precisamos respeitar os limites biológicos para evitar lesões nas raízes. Se a solução fosse diminuir os intervalos entre as consultas, todos os ortodontistas estariam terminando seus casos em um ano ou menos. O importante é obter o resultado dentro do prazo proposto no início do tratamento e que este resultado tenha estabilidade. Consultas quinzenais ou mensais vão variar de acordo com o ortodontista, com o problema do cliente e com o estágio em que o tratamento se encontra.

15 – Por que algumas pessoas precisam extrair um ou mais dentes antes do tratamento ortodôntico?

Simplificando, podemos dizer que as extrações são recomendadas quando não há osso suficiente para acomodar todos os dentes. O ortodontista vai decidir extrair ou não, dependendo do estudo do caso que é feito na documentação ortodôntica (radiografias, modelos, etc.). Extrair dentes é um ótimo recurso quando bem indicado, mas, se for mal planejado, pode comprometer o resultado. Por outro lado, não fazer as extrações quando é necessário também pode levar o tratamento ao fracasso.

Caso você tenha mais dúvidas, será um prazer podermos respondê-las, escreva-nos!

Dra Vanessa Thiesen – Dentista – São José